Não dê ossos para seus pets

Não dê ossos para seus pets

Uma das crenças mais disseminadas entre os tutores aqui no país é a que os animais saudáveis, principalmente os cães, precisam morder ossos para “limpar os dentes”. Mas isso não passa de um mito. À primeira vista, cães e gatos podem até se distrair ou se divertir com o objeto, no entanto, ossos trazem muito mais riscos à saúde do que benefícios aos pets, a começar pelos dentes. Definitivamente, ossos, cascos, chifres, pedras de gelo e objetos semelhantes não são adequados para a mastigação dos pets. Eles podem causar fraturas dentárias que, quando não tratadas, provocam sensibilidade (dor de dente...

Leia Mais
Saiba o que é hiperadrenocorticismo ou síndrome de Cushing

Saiba o que é hiperadrenocorticismo ou síndrome de Cushing

A síndrome de Cushing, ou hiperadrenocorticismo é a doença hormonal mais diagnosticada em cães. Consiste em uma condição na qual há um excesso de produção de hormônio cortisol pela glândula adrenal (supra renal).  O cortisol é um hormônio esteróide, ou seja, tem como origem uma molécula de colesterol. Por isso, animais que fazem uso de corticoide, de acordo com sua sensibilidade, dose da medicação utilizada e duração do tratamento, podem manifestar os sinais da doença. Essa condição recebe o nome de hiperadrenocorticismo iatrogênico.  A Síndrome de Cushing pode ter origem hipofisária – nódulo produtor de ACTH -, ou adrenal –...

Leia Mais
Particularidades nutricionais dos gatos

Particularidades nutricionais dos gatos

Atualmente observamos que a população de felinos tem crescido cada vez mais nos lares dos brasileiros. Segundo dados do IBGE, desde 2013 o crescimento da população de gatos foi duas vezes maior quando comparado ao da população de cães. Já é estimado que, em menos de 10 anos, a população de felinos irá predominar. Devido ao crescimento dessa espécie é importante termos conhecimento sobre  as particularidades que os diferenciam dos cães. Os gatos pertencem à superfamília felidea e os cães à superfamília canídea. Embora as duas espécies sejam da ordem carnívora, a família felidea, assim como as demais espécies das...

Leia Mais
Maior frequência do ato de urinar e menor volume podem ser sinais de infecção urinária

Maior frequência do ato de urinar e menor volume podem ser sinais de infecção urinária

A infecção urinária causa dor e incômodo nos animais de estimação, assim como nos humanos. Na maioria das vezes, o tratamento da doença é simples. Ainda assim, o tutor deve dar toda atenção ao combate da doença que, se não for bem tratada, pode causar complicações importantes. Por isso, é importante um diagnóstico preciso, para a indicação do tratamento mais adequado. Um dos sintomas mais importantes da doença é a frequência da micção: se o pet está urinando várias vezes ao dia, em volumes pequenos, é bem provável que ele esteja com algum problema. Outros sinais são desconforto e dor...

Leia Mais
Dia Mundial do Coração: cardiopatias comuns nos pets

Dia Mundial do Coração: cardiopatias comuns nos pets

As doenças cardíacas são comuns em cães e gatos, principalmente nos animais com idade mais avançada. Por isso, alguns cuidados preventivos devem ser adotados para evitar esses males, ou garantir que o bichinho acometido tenha uma longa sobrevida. O Dia Mundial do Coração, celebrado no dia 29 de setembro, é o momento de relembrar os cuidados para proteger esse órgão vital, tanto os nossos quanto os dos nossos melhores amigos. A cardiopatia mais comum nos cães é a doença valvar mitral crônica. Trata-se de uma deficiência de funcionamento em uma das válvulas do coração, provocando um refluxo do sangue e,...

Leia Mais
Primavera intensifica alergia em animais de estimação

Primavera intensifica alergia em animais de estimação

A chegada da primavera traz a necessidade de um cuidado maior com a dermatite atópica que atinge cães e gatos. Isso porque uma das causas dessa doença é a alergia a pólen de gramíneas que, nessa época, circula no ar com mais intensidade devido à maior presença das flores. Coceira intensa, lambidas em excesso nas patas e otites frequentes são alguns dos sintomas do problema. Ao perceber algum desses sinais, o tutor deve procurar atendimento para o animal.  Em casos mais extremos, a dermatite pode ocasionar em lesões na pele, além de infecções bacterianas e fúngicas. Para definir o diagnóstico...

Leia Mais
Cães também sofrem de epilepsia

Cães também sofrem de epilepsia

A epilepsia é uma doença neurológica crônica frequente em cães que tem controle, principalmente quando instituído tratamento precoce . Ela é causada por alterações cerebrais de origem genética (epilepsia idiopática) ou estrutural, como tumores, doenças inflamatórias ou infecciosas e acidentes vasculares encefálicos. As manifestações podem ocorrer por meio de crises epilépticas generalizadas, como as convulsões, ou as chamadas crises epilépticas focais, como tremores de face, caça a moscas imaginárias e alterações comportamentais, que muitas vezes passam desapercebidas pelo tutor. Apesar de ser uma das doenças neurológicas mais frequentes em cães, ainda existem muitas dúvidas em relação a nomenclatura, diagnóstico e...

Leia Mais
Cachorros e gatos também podem ter catarata

Cachorros e gatos também podem ter catarata

Se o seu animalzinho de estimação está ficando com os olhos brancos ou azulados, preste atenção: ele pode estar com catarata! A doença deixa o cristalino opaco e bloqueia a passagem de luz, prejudicando a visão e a qualidade de vida de gatos e cachorros. As causas mais comuns da catarata são predisposição genética e complicações do diabetes. Mas ela pode, ainda, ser formada por luxações da lente, acidentes com trauma, medicamentos, doenças intraoculares, degeneração da retina e doenças inflamatórias. Em todos os casos, é necessária a avaliação de um oftalmologista veterinário, que vai verificar a possibilidade de uma cirurgia....

Leia Mais
O que é a doença valvar em cães?

O que é a doença valvar em cães?

O coração do cão se parece muito com o coração do ser humano. Dessa forma também se assemelha a necessidade de cuidar e tratar cardiopatias, como por exemplo, a doença valvar em cães. Estrutura do coração e função das valvas O coração do cão é formado por quatro cavidades: dois átrios e dois ventrículos. O sangue entra no átrio direito e é direcionado para o ventrículo direito, e bombeia o fluido aos pulmões. Nesse sentido retorna ao átrio esquerdo, em seguida para o ventrículo esquerdo, bombeando para o resto do corpo.  Entre os átrios e os ventrículos, tem duas valvas,...

Leia Mais
Doenças oculares em Pets

Doenças oculares em Pets

A visão tem a função de orientação espacial; sendo nesse caso os olhos os responsáveis por um dos sentidos mais importantes para os animais e para nós! Eles nos ajudam a ter uma interação com nossos pets; mas também há sinais nos olhos que podem nos ajudar a perceber a presença de doenças oculares e sistêmicas!

Leia Mais