Acne felina

Acne felina

A acne felina é uma condição dermatológica relativamente comum em gatos, independente de raça e sexo. Ocorre em felinos de qualquer idade, mas principalmente entre dois a quatro anos de idade. A hipótese é que seja causada por uma alteração da queratinização folicular, em que glândulas sebáceas do queixo passam a produzir maior quantidade de gordura, predispondo à acne. Os gatos acometidos comumente apresentam pontos pretos – os famosos comedos- no queixo e próximo aos lábios. Alguns tutores podem confundir tais pontos com sujeira e poeira. Os comedos são associados ou não a eritema (vermelhidão), crostas e alopecia (falha de...

Leia Mais
Doenças do disco intervertebral em cães

Doenças do disco intervertebral em cães

As doenças do disco intervertebral em caes são um conjunto de afecções frequente atendidas na rotina do neurologista. Elas podem se manifestar de diversas formas, desde compressões agudas e crônicas, como concussões não compressivas da medula espinhal. As lesões compressivas dividem-se em extrusões e protrusões que resultam da degeneração do disco intervertebral. As extrusões são as doenças do disco intervertebral mais comum nos cães. Manifestam-se, principalmente, em cães condrodistróficos a partir dos dois anos de idade e em algumas raças como o Bulldog Francês podem apresentar-se antes de um ano de idade. Sintomas das Doenças do disco intervertebral em cães...

Leia Mais
Ceratoconjuntivite seca: Olho seco em cães

Ceratoconjuntivite seca: Olho seco em cães

Olho seco, ou ceratoconjuntivite seca, é uma doença muito comum nos cães e definida como a baixa produção de lágrimas. Provoca ressecamento da superfície ocular e, caso não tratado a tempo, cegueira permanente. Pode ocorrer apenas em um dos olhos, embora seja mais comum de forma bilateral. Esta doença já foi descrito em mais de 60 raças com destaque em Poodle, Cocker Spaniel, Yorkshire, Pastor Alemão, Buldogue Inglês e Francês, Pug, Maltês, Pequinês, Shih Tzu e Lhasa Apso. É classificada de forma primária ou secundária; a primária relacionado com hereditariedade, ou seja, predisposição genética. Já a forma secundária acontece em...

Leia Mais
Urolitíase em cães: pedras no trato urinário

Urolitíase em cães: pedras no trato urinário

Urolitíase em cães: pedras no trato urinário Seu pet está com dificuldade para urinar? Tem sangue na urina? Parou de urinar completamente? Tem uma “pedra no meio do caminho”! E pode ser grave! Urolitíase, ou litíase urinária, é a presença de cálculos (urólitos), que são pedras no trato urinário dos animais, assim como ocorre nos humanos. Esses cálculos podem estar presentes nos rins, nos ureteres, na bexiga ou na uretra. Dentre os principais fatores que levam à formação de cálculos urinários, estão a dieta inadequada para as necessidades do pet, alguns distúrbios metabólicos, infecção do trato urinário, baixa ingestão de água...

Leia Mais
As principais doenças endócrinas em cães!

As principais doenças endócrinas em cães!

As principais doenças endócrinas em cães podem apresentar diferentes manifestações clínicas e complicações para nossos pets. Conheça as endocrinopatias mais comuns em cães. Diabetes mellitus possui sintomas clássicos como poliúria (excesso de urina), polidpsia (sede excessiva), polifagia (fome exagerada), com ou sem emagrecimento, e na constatação de hiperglicemia (em jejum) e de glicosúria persistentes. O hiperadrenocorticismo (HAC) ou Síndrome de Cushing é a produção excessiva de glicocorticoides. Já o Hipoadrenocorticismo, ou Síndrome de Addison, caracteriza-se pela deficiência na secreção de cortisol. A hiperlipidemia caracteriza-se por concentrações plasmáticas elevadas de triglicerídeos, ou de colesterol ou ambos. Os sinais clínicos frequentes são...

Leia Mais
A Fisiatria no tratamento de displasia coxofemoral em cães

A Fisiatria no tratamento de displasia coxofemoral em cães

A displasia coxofemoral em cães é uma doença da articulação do quadril que pode afetar muito a qualidade de vida dos animais. Essa patologia de caráter herdável e multifatorial pode se agravar com fatores ambientais e de manejo, como: nutrição inadequada, excesso de peso, sedentarismo, piso liso escorregadio, impacto ao subir e descer de sofá, cama, escadas, etc. Dor, crepitação na região do quadril,  dificuldades de locomoção, andar com movimento lateralizado de quadril “rebolar”, andar cambaleante ou “de coelho”, dificuldades para se sentar e levantar, claudicação e sentar-se sobre os glúteos com as pernas esticadas são alguns sinais dessa doença....

Leia Mais
Banho em excesso faz mal?

Banho em excesso faz mal?

De quanto em quanto tempo devo dar banho no meu cachorro? Uma pergunta muito realizada dentro do consultório médico veterinário é de quanto em quanto tempo devemos dar banhos nos nosso pets. Essa pergunta deve ser respondida com base em um contexto. Animais com alterações na pele, muitas vezes, devem tomar banhos uma vez por semana, ou até mais frequentemente, de acordo com a indicação do médico veterinário e da substância contida no shampoo. Animais que dormem com os seus tutores e passam a maior parte do tempo dentro de casa, podem tomar banhos com frequência (às vezes até um...

Leia Mais
Eletroquimioterapia em Cães e Gatos

Eletroquimioterapia em Cães e Gatos

A eletroquimioterapia é uma modalidade de tratamento oncológico para controle de doenças locais. Consiste na aplicação de pulsos elétricos (eletroporação) que formam poros na membrana celular da célula tumoral, facilitando a penetração do quimioterápico e potencializando em milhares de vezes sua ação na morte tumoral. Vários quimioterápicos foram testados in vitro quanto ao potencial de penetração na célula, com a eletroporação, sendo que os mais efetivos foram a bleomicina e a cisplatina. A toxicidade da bleomicina que é a droga mais utilizada, depende do tempo e da concentração utilizados no momento do procedimento. Tem sido utilizada como tratamento único ou...

Leia Mais
A Acupuntura pode ajudar o meu animal?

A Acupuntura pode ajudar o meu animal?

A Acupuntura veterinária é uma técnica terapêutica da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), que age no organismo como um todo, equilibrando e nutrindo; ajuda a prevenir, restaurar e manter a saúde. Por fazer parte de uma medicina completa, é desafiador listar os benefícios da acupuntura. Por isso foi feita uma divisão prática para que possamos contemplar de forma mais ampla e facilitar o entendimento do quanto a Medicina Chinesa pode ajudar os animais e suas famílias. DOR Sua principal indicação é para analgesia, por agir em diversas vias e mecanismos de ação, é eficiente tanto para dor aguda, quanto para dor...

Leia Mais
Doença Renal Crônica nos pets

Doença Renal Crônica nos pets

Assim como os humanos, os pets têm dois rins. Esses órgãos são de extrema importância para o organismo de cães e gatos, pois são responsáveis por filtrar o sangue e formar a urina, fazendo a eliminação de substancias indesejáveis no sangue. Ao longo da vida, por diversos motivos, os rins podem sofrer lesões irreparáveis, e em um determinado momento essas lesões acabam causando o que chamamos de Doença Renal Crônica. Infelizmente, se trata de uma doença irreversível e progressiva, porém, existe tratamento conservador, cujo principal objetivo é retardar a progressão da doença. O diagnóstico da doença é feito através do...

Leia Mais