A Doença Renal Crônica nos pets

A Doença Renal Crônica nos pets

Assim como os humanos, os pets têm dois rins. Esses órgãos são de extrema importância para o organismo de cães e gatos, pois são responsáveis por filtrar o sangue e formar a urina, fazendo a eliminação de substancias indesejáveis no sangue.

Ao longo da vida, por diversos motivos, os rins podem sofrer lesões irreparáveis, e em um determinado momento essas lesões acabam causando o que chamamos de Doença Renal Crônica. Infelizmente, se trata de uma doença irreversível e progressiva, porém, existe tratamento conservador, cujo principal objetivo é retardar a progressão da doença.

O diagnóstico da doença é feito através do levantamento do histórico do paciente,  do exame físico, de exame de imagem e de exames laboratoriais sanguíneos e urinários.

Apesar de mais frequente em animais idosos, cães e gatos de qualquer idade podem ser acometidos. Não há diferença de incidência entre raças e gêneros.

É muito importante que os tutores estejam atentos ao surgimento de alguns sintomas que podem indicar a presença da doença, como por exemplo:

  • Aumento da ingestão de água
  • Aumento do volume urinário
  • Urina de coloração bem clara
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Hálito anormal
  • Apatia
  • Falta de apetite
  • Emagrecimento progressivo

Ao presenciar alguns desses sintomas em seus pets, os tutores não devem hesitar em procurar a ajuda de um profissional, pois sabe-se que quanto mais precoce é o diagnóstico, melhor é o prognóstico e maior é a expectativa de vida do paciente que é devidamente tratado.

Para agendamentos e informações com Dr. Gabriel Rabelo : (31) 2510-6797 | (31) 3324-3362 | WhatsApp: (31) 7581-0062.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.