Refluxo em cães: causas e tratamento

Refluxo em cães: causas e tratamento

Refluxo em cães: causas e tratamento O refluxo em cães é a expulsão do alimento do estômago e ou esôfago de forma involuntária sem grande esforço. Diferente do vômito, que pode vir acompanhado de náusea, salivação e demanda esforço para expulsão do conteúdo. Diversos fatores podem estar envolvidos na causa da regurgitação, sendo a hérnia de hiato apontado como o principal vilão em se tratando de causas estomacais. Já a estenose esofágica (estreitamento do calibre esofágico) e o megaesôfago (dilatação do esôfago) são as principais causas de falha no esôfago, órgão esse responsável pela condução do alimento para o estômago....

Leia Mais
Lama Biliar no Ultrassom. Devo me preocupar?

Lama Biliar no Ultrassom. Devo me preocupar?

A Lama Biliar é um achado frequente no exame de ultrassonografia abdominal dos cães idosos e é comum em exames de imagem de animais portadores de doenças endócrinas. É caracterizada pelo espessamento da bile, conteúdo da vesícula biliar. A bile é formada, principalmente, por água, sais biliares, colesterol e bilirrubina. Dentre suas várias funções, se destaca a digestão e absorção de gorduras e algumas vitaminas. O espessamento da bile acontece por acúmulo excessivo de cristais de cálcio e colesterol e sedimentação desses cristais, deixando a bile mais viscosa. Em humanos a lama biliar é considerada anormal e está associada a...

Leia Mais
Vírus da Leucemia Felina (FeLV): dúvidas frequentes

Vírus da Leucemia Felina (FeLV): dúvidas frequentes

A leucemia viral felina (FeLV) é uma das doenças mais comumente diagnosticadas em felinos no Brasil, e em Belo Horizonte, o número de gatos infectados é muito alto. Causada por um retrovírus, a FeLV acomete exclusivamente felinos, não trazendo riscos para humanos e cães que convivem com o gato positivo. A transmissão da doença ocorre por meio do contato de um gato positivo com um negativo, por meio das suas secreções corporais: saliva (brigas e lambedura), urina, fezes e leite, por exemplo. Uma gata gestante também pode transmitir a patologia para seus filhotes, durante a gestação. O gato FeLV  positivo,...

Leia Mais
Insuficiência Renal Aguda em cães e gatos

Insuficiência Renal Aguda em cães e gatos

A Insuficiência Renal Aguda, na maioria das vezes, é uma condição grave, em que a diminuição abrupta de uma ou mais funções dos rins, leva o paciente a se sentir mal e caso não sejam tomadas condutas corretivas rapidamente, o quadro pode evoluir para óbito. Suas causas são variadas e quando se trata de insuficiencia renal aguda, a identificação da causa (ou das causas) é primordial, já que sem o controle ou tratamento dessa causa de base, os rins continuam sofrendo injúria/lesões, impedindo sua melhora e o reestabelecimento de suas funções adequadas. Quadros de: desidratação, intoxicação, infecção, doença renal crônica,...

Leia Mais
Glaucoma em cães: tudo o que você precisa saber!

Glaucoma em cães: tudo o que você precisa saber!

O glaucoma em cães é definido como um grupo de doenças que causam o aumento da pressão do líquido que preenche o olho. Esta pressão é chamada de pressão intraocular e danifica rapidamente os tecidos nervosos do olho e, se não controlada, pode provocar cegueira irreversível. Porque ocorre aumento da pressão intraocular? O olho contém um líquido (humor aquoso) que circula continuamente no seu interior. O humor aquoso é produzido e drenado constantemente mantendo a pressão intraocular entre 13 a 23 mmHg nos cães. Qual a causa do glaucoma em cães? O aumento da pressão intraocular é quase predominantemente causado...

Leia Mais
Medicina Veterinária Integrativa

Medicina Veterinária Integrativa

A Medicina Veterinária Integrativa não se trata de uma especialidade, mas de uma forma de se praticar a medicina. Ela surgiu da insatisfação de médicos e pacientes pela forma como a Medicina Convencional é praticada, focando na doença, em tratar sintomas, sem um olhar real para o paciente, o estilo de vida, as emoções e as causas bases de suas queixas e enfermidades. Foi resgatando princípios, buscando a saúde integral e a participação do paciente e família no processo, que a Medicina Integrativa vem se desenvolvendo e se fortalecendo. O mesmo ocorreu na Medicina Veterinária e cada vez mais os...

Leia Mais
Leishmaniose canina: causa, sintomas e tratamento

Leishmaniose canina: causa, sintomas e tratamento

Leishmaniose canina: causa, sintomas e tratamento A leishmaniose é uma doença de ocorrência nacional, que acomete seres humanos e animais. Pode ser classificada em leishmaniose cutânea e leishmaniose visceral, também conhecida como Calazar, dependendo da espécie do protozoário envolvido na doença. A transmissão ocorre principalmente pela picada de um flebotomíneo (vulgarmente chamados de “mosquito palha”), mas já foram descritos também transmissão pelo coito, via transplacentária e por transfusão sanguínea. A leishmaniose visceral é a forma mais comum, podem atingir diversos órgãos, inclusive a pele. Os cães são considerados reservatório dessa doença, já que costumam apresentar elevado parasitismo cutâneo, o que...

Leia Mais
A Magnetoterapia na Fisiatria Veterinária

A Magnetoterapia na Fisiatria Veterinária

A magnetoterapia explora os principais benefícios de campos eletromagnéticos para fins curativos e de reabilitação. Essa modalidade terapêutica pode ser aplicada em diversas doenças que são caracterizadas por dor, inflamação ou que causam um déficit funcional vascular, e tem como áreas de atuação predominantes a fisioterapia humana e a fisiatria veterinária. Possui, dentre seus principais efeitos: Analgesia para dores agudas ou crônicas Redução da inflamação Cicatrização tecidual, que inclui consolidação óssea em casos de fratura e não união Prevenção de infecções Restauração de equilíbrio iônico corporal E estímulo do processo metabólico de toxinas. O campo magnético é gerado por eletricidade e modulado em...

Leia Mais
Otite canina: dúvidas frequentes

Otite canina: dúvidas frequentes

A otite canina é talvez o assunto que cause mais dúvidas, e por que não dizer mitos na dermatologia veterinária. Na nossa rotina, somos constantemente questionados sobre condições do dia-a-dia que poderiam causar otite em cães. Essas dúvidas são levadas ao consultório veterinário e temos que estar aptos a responde e orientar os tutores. A primeira dúvida bastante comum é: Qual especialidade que trata as otites? Na Medicina Veterinária, as otopatias são tratadas pelo especialista em dermatologia, já que a orelha externa dos animais e recoberta por pele em toda a sua extensão (pavilhão auricular e condutos que são dispostos...

Leia Mais
Nutrição animal do cão diabético

Nutrição animal do cão diabético

A nutrição animal do cão diabético tem como principal objetivo melhorar o controle da glicose sanguínea nesse animal. Reduzir os níveis de glicose após as refeições e regular os horários das mesmas de acordo com os horários das injeções de insulina são os principais interesses na escolha do tipo de alimento e manejo dessas refeições. É fundamental levar em consideração as condições sociais da família do paciente. A imposição da melhor dieta (na teoria) pode levar o tratamento do paciente ao fracasso, por impossibilidade de adesão dos tutores, seja financeiramente ou por ter uma rotina incompatível com o “ideal”. Avaliar...

Leia Mais